R$8,9 milhões por obra com granito e sem rampa

26 Apr 2016

 

R$ 8,9 milhões para uma obra totalmente desnecessária. E o pior, sem comprometimento algum com a acessibilidade universal.

 

Portadores de deficiência e idosos são os mais prejudicados. Dentre as diversas falhas na execução das obras, as mais patentes são a da falta de rampas para cadeirantes, interrupções no piso tátil para deficientes visuais e desnível em redutores de velocidade.

 

Todos concordam que o momento não era para esse tipo de investimento, mesmo que por emenda parlamentar. Mas é ano de eleição, né? Obra proporciona visibilidade. Só não esperavam que a obra pudesse ficar tão amadora e com tantas falhas

 

http://oglobo.globo.com/rio/bairros/moradores-criticam-trecho-reformado-na-moreira-cesar-em-niteroi-19150437

Please reload

Clique para saber mais