Esquerda Anti Democrática

16 May 2016

 

A esquerda psicótica e a hegemonia dos discursos!

Há alguns dias temos presenciado uma massificação de reclamações e indignações de esquerdistas inconformados com a palestra a ser realizada com o Deputado Federal Jair Bolsonaro.

Numa tentativa de quererem intimidar o clube português, alguns hipócritas que se julgam superiores e donos da verdade têm feito uma força tarefa para criticar a associação exigindo o cancelamento da nossa palestra.

Afirmam estarem escandalizados com o fato do clube estar aceitando a realização de um evento com a presença do referido Deputado e expressam sua insatisfação utilizando a sua retórica do politicamente correto.

Sob quais alegações eles "exigem" o cancelamento? Pelo fato do pensamento e posição política do Deputado e das pessoas que ele representa não serem alinhados com suas convicções autoritárias e sua visão distorcida de democracia.

Esses que afirmam lutar por democracia e por tolerância são os mesmos que agridem verbal e fisicamente qualquer indivíduo que esteja usando uma camisa com o nome do Jair Bolsonaro. São os mesmo que agem como animais expulsando de universidades apoiadores do parlamentar, cuspindo e dando pontapés como se fossem os donos dos espaços e do pensamento coletivo.

Seu autoritarismo e arrogância são típicos de governos totalitários nos quais não há democracia. As liberdades individuais nunca foram tão emeaçadas, temos presenciado episódios grotescos, verdadeiros shows de horrores em que militantes têm protagonizado cenas de ódio e de extremismos que revelam os mais primitivos instintos animais e a face mais sombria do ser humano.

A rebelião de pessoas escandalizadas com a pluralidade de ideias e com a livre manifestação do pensamento demonstra o quanto a doutrinação massificou o pensamento de que não há espaço para ideias divergentes. A democracia é enaltecida por essas pessoas, mas para elas há um limite para seu exercício: a subordinação ao pensamento sedimentando e impenetrável do que eles acreditam.

Ao perceberem que seu projeto está ameaçado por milhões de pessoas terem acordado desse sono ludibriante que tornava a esquerda dona do pensamento e do senso comum, sentem medo e reagem com desespero e cólera, querendo calar todos que se oponham aos seus ideais.

O histerismo e agressividade utilizados com a justificativa de estarem protegendo o estado democrático de direito conflita de maneira assustadora com todos preceitos constitucionais que decorrem do significado da palavra democracia.

Não concordo com os pensamentos insanos e destruidores provenientes das pautas progressistas de Jean Wyllys, Marcelo Freixo, Maria do Rosário, Jandira Feghali e outros, pensamentos que muitas vezes são disseminados nos ambientes acadêmicos e na mídia esquerdista destruindo os valores e a moral da sociedade, a fim de implementar sua ideologia fracassada e seu modelo de "sociedade perfeita".

Contudo, limito-me ao debate, às lutas no campo das ideias, e jamais agridirei alguém por usar uma camisa do Jean Wyllys ou tentarei impedir eventos destinados à manifestação de sua ideologia, mesmo que ela tenha assassinado mais de 90 milhões no mundo todo. E eu falo por mim e por toda direita.

Please reload

Clique para saber mais