Ocupação de "estudantes"

23 May 2016

 

Mais uma tentativa de ocupação de escola em Niterói por "estudantes".

 

Há uma onda de ocupações de escolas estaduais no Rio de Janeiro nas quais pequenos grupos de alunos assumem as escolas prejudicando a esmagadora maioria de alunos que querem ter aula.

 

Há algumas semanas denunciamos os abusos que vêm sendo praticados no Colégio Estadual Padre Assis Ribeiro. Um pequeno grupo de alunos repetentes e desinteressados com a escola ocuparam o Colégio com o apoio do sindicato dos professores e militantes do PSOL.

 

Enquanto há a ocupação, os alunos que estão sem aula ficam prejudicados e reféns do interesse político de militantes de esquerda. Já os alunos que estão participando da ocupação, estes estão tendo aulas diariamente, mas de disciplinas nada relacionadas com as matérias do currículo escolar, tais como, aula sobre Frida Kahlo, artes marciais para mulheres (trans e cis), dança do ventre, aula de história - ditadura, repressão e resistência (levando supostos torturados para darem relatos), vídeo debate com vídeos que falam sobre ocupação de escolas em outros estados, etc.

 

Fica claro o caráter de formação de militância dessas ocupações, com militantes travestidos de professores e membros de partidos de esquerda (sobretudo PSOL) aliciando menores para brincarem de revolução, prejudicando os demais alunos que estão desesperados querendo retornar as aulas, até pelo fato de o ENEM estar se aproximando.

 

Dessa vez tentaram ocupar a Escola Raul Vidal no Centro de Niterói. Dez estudantes munidos de bastões de ferro, pedaços de madeira, tesouras e alicates quebraram os portões e grades, mas não contavam com a indignação dos alunos que querem realmente estudar.

 

Parabéns aos alunos da Escola Raul Vidal que impediram a ocupação desses vagabundos e os expulsaram.

Please reload

Clique para saber mais