Jornal A Tribuna também destaca a palestra com Jair Bolsonaro..

30 May 2016

 

Centenas de pessoas foram a porta do no Clube Português, na Zona Sul de Niterói, para protestar contra a presença do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Houve confusão e a Polícia Militar entrou em confronto com os manifestantes que hostilizavam quem chegava ao evento. Duas pessoas foram conduzidas a delegacia para averiguações.


O protesto começou cedo, por volta das 18 horas o grupo já estava reunido na porta do Clube, no Ingá com cartazes e gritando palavras de ordem contra Bolsonaro. A primeira confusão aconteceu quando o carro do deputado errou a entrada do Clube e teve que retornar. Dezenas de pessoas partiram para cima do carro, tacando pedras e batendo no veículo. A PM precisou intervir e utilizou gás de pimenta contra os manifestantes, que acusaram o motorista do deputado de ter atropelado pelo menos três pessoas.

 

Um cordão de isolamento foi formado por militares do Batalhão de Choque na porta do clube. Todos que entravam eram hostilizados pelos manifestantes e chamados de ‘fascistas’. Sempre cantando e gritando palavras de ordem, um grupo ainda organizou um beijaço entre mulheres em protesto contra o deputado. Em certo momento uma segunda confusão começou e a Polícia entrou em confronto com os manifestantes.

 

Houve correria e duas pessoas foram detidas e encaminhadas para a 76ª DP (Centro). Além disso, o muro do clube foi pichado com frases contra o deputado federal. 

 

Enquanto isso, no salão, Bolsonaro parecia não se importar com os manifestantes na porta. Sempre muito sorridente atendia todos que pediam uma foto ou um selfie. Sobre a confusão na hora de sua chegada ele declarou: “A recepção lá fora me mostrou que estou no caminho certo”. O deputado foi convidado pelo pré-candidato a vereador Carlos Jordy para debater sobre a atual situação do Brasil.

 

Link Matéria: http://www.atribunarj.com.br/noticia.php?id=16656&titulo=BEIJA%C7O%2C+CUSPE%2C+BOMBA+E+CONFUS%C3O

Please reload

Clique para saber mais