Jornal O Metropolitano destaca a palestra com Jair Bolsonaro realizada por Carlos Jordy

30 May 2016

 

 

Cerca de mil pessoas presenciaram a palestra do deputado federal e pré-candidato à presidência da República, Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ), realizada na noite desta sexta (27), no Clube Português. Aos gritos de “mito”, o parlamentar compôs mesa com o presidente regional do Partido Social Cristão, Alexandre Raposo, do filho e também deputado Flávio Bolsonaro, do pré-candidato a vereador Carlos Jordy, organizador do evento, da ex-militante do Femme, Sara Winter e do comandante do 12ºBPM (Niterói), coronel Fernando Salema, que lhe presenteou com uma camisa do Botafogo.

 

“Foi um evento difícil de organizar, cansativo, mas foi um presente para mim, para vocês, para a cidade. Sabemos que teríamos manifestantes, mas ver vocês em uma sexta-feira, no meio de feriado, aqui, lotando o salão, significa que estamos no caminho certo”, enfatizou Jordy antes da palestra.

 

Bolsonaro agradeceu os presentes e criticou a manifestação ocorrida no lado externo do clube.

 

“É um prazer estar aqui. A lamentar a manifestação que aconteceu. Mas é assim em todo lugar e todo lugar tem sua escória e aqui tivemos a escória de Niterói do lado de fora. Mas fico feliz em ver essa receptividade. Em ver que há pessoas que prezam a família, que defendem as instituições militares. Não tenho nada contra gay, tenho sim, contra o material escolar que querem incluir nas escolas. Não dá para ser complacente com quer atacar a inocência das crianças. Ideologia de gênero é a PQP” bradou o deputado, aos gritos de ‘Mito’.

 

O parlamentar criticou o Partido dos Trabalhadores durante a palestra.

 

“Na minha fé, eu acredito que Deus escreve certo por linhas tortas. E o grande passo foi dado na primeira fase do impeachment, não da Dilma, mas do PT, o partido de Satã. Espero que o processo seja definitivo, desse projeto de poder que eles pregam com apoio popular. O meu voto em Brasília, eu parabenizei sim, o Cunha, pelo processo. Não é porque pesam processos contra ele que eu não vou elogiar a conduta perante o processo de impeachment”, disse o deputado, que enfatizou que recusou dinheiro da JBS Friboi, para não receber propina eleitoral durante campanha.

 

Bolsonaro prometeu mudar a legislação do país, caso seja presidente.

 

“O bandido tem que temer o policial, temos que acabar com o politicamente correto, onde uma cara feia de um policial é considerada ofensa e tortura psicológica. Estuprador será castrado quimicamente. Temos que mudar a Legislação para que o policial possa trabalhar com segurança e possa transmitir segurança para a população. O Brasil tem jeito. Temos que acabar a divisão de classes. Temos que acabar com o branco x preto, o gay x hétero, o rico x pobre. Quero todos bem. O que liberta da miséria não é o Bolsa Família e sim o conhecimento”.

 

A palestra durou uma hora e meia e antes e depois do evento, Bolsonaro tirou fotos com os militantes.

 

Link Matéria: http://www.ometropolitanorj.com.br/noticia/1203/ 

Please reload

Clique para saber mais