A FALÁCIA DA CULTURA DO ESTUPRO E O OPORTUNISMO DA ESQUERDA!

1 Jun 2016

 

Há alguns dias, com o caso da menina supostamente estuprada por traficantes, houve uma verdadeira massificação de um termo que vem ganhando força entre os movimentos de esquerda: a cultura do estupro.

 

As feministas afirmam que todo homem é um potencial estuprador. Isso mesmo, de acordo com elas e todos movimentos de esquerda, alegam que o homem, por ter em si um espírito de superioridade, está voltado à prática do estupro, ou seja, eu, você, seu pai, seu avô, seu irmão, todos seríamos estupradores em potencial.

 

Esse é um dos maiores absurdos destilados por movimentos que promovem a misandria.

 

O ser humano é falho, tem instintos, desejos e vontades, mas isso não quer dizer que o homem seja dotado de uma suposta tendência ao estupro.

 

O que impede os seres humanos de cometerem crimes e atos imorais são nossos valores e os conceitos morais e éticos que herdamos das gerações anteriores à nossa. E é nesse ponto que a esquerda tem um papel fundamental para provocar toda essa cultura de promiscuidade e desvalorização da mulher.

 

Se hoje vivemos esse momento em que garotas são seduzidas à sensualidade exacerbada, desvalorizando-se e passando a imagem de que são meros objetos sexuais, como ocorre nas comunidades estimuladas pelo funk, isso se deve à falta de freios, à perda de valores e da relativização da moral.

 

Homens dignos respeitam as mulheres e jamais estuprariam qualquer mulher. Quem estupra é um monstro cruel, um ser abominável e que merece a castração química já que não consegue conter seus ímpetos.

 

A esquerda mais uma vez munida do seu habitual oportunismo quer dividir a sociedade, provocando ódio entre homens e mulheres, fomentando uma guerra que parece que não terá fim.

 

Não há cultura de estupro, há seres imorais e perversos que são tratados com benevolência pela esquerda.

 

O suposto crime foi cometido por traficantes - jovens de comunidades -, mas os esquerdistas nunca culpariam os criminosos, pois eles são "vítimas da sociedade" e pertencentes às classificações de "minoria" (negros). Isso causa confusão na lógica sofismática na qual foram doutrinados.

 

Eles então preferem culpar os HOMENS em geral, justificando ainda mais a luta do feminismo, buscando gerar o ódio nas feministas e culpa nos homens, provocando mais catarse coletiva e caos.

 

Os mesmos que dizem que todo homem é um estuprador em potencial são os mesmos que dizem que todo branco é racista.

 

Eu não sou um estuprador em potencial e a maioria dos homens também não. São vocês, esquerdistas, que estimulam as práticas de estupradores, defendendo-os como vítimas, insistindo que são recuperáveis, mas, mais do que isso, são vocês os responsáveis por esse quadro caótico, pois romperam com nossos valores morais que estabilizavam a sociedade.

Please reload

Clique para saber mais